top of page

Único final de semana para assistir o espetáculo “Refúgio” no Centro Cultural Olido

Criação do Núcleo Menos1 Invisível, o espetáculo de dança “Refúgios” se inspira nas discussões presentes no livro “Cosmopoéticas do Refúgio” do filósofo e escritor francês “Afropeu” Dènètem Touam Bona.


Único final de semana para assistir o espetáculo “Refúgio” no Centro Cultural Olido
Imagem: Verônica Pereira

A montagem se divide em cenas onde a camuflagem, as danças/lutas de sobrevivência e as espirais de acolhimento e celebração da convivência permeiam os momentos, reforçando um comprometimento com a plasticidade, a performatividade e a pluralidade de corpos.


Com esse trabalho a companhia dá continuidade à investigação sobre as questões de quem atravessa, se desloca e circula para sobreviver em seu devir para escapar de sistemas e infraestrutura de captura e confinamento.


O espetáculo que tem a direção de Cléia Plácido é a reflexão de cada intérprete a partir de suas poéticas em torno do que seria o seu próprio refúgio. Ali estão números de dança que evitam a romantização, assumindo a racialidade da discussão.


Refúgio” está em cartaz só nos dias 14 e 15 de outubro, sábado às 20h e domingo às 17h, no Centro Cultural Olido. A entrada é gratuita e com classificação indicativa livre para todas as idades.


Commenti


bottom of page