top of page

Artista francesa que acusou Lady Gaga de plagiar sua obra ganha mostra em homenagem aos seus 60 anos

A exposição da artista performática no Sesc Paulista será a sua primeira individual no país, e terá abertura no dia 2 de setembro, contando com fotos e vídeos de suas obras mais conhecidas, em especial as que fez em seu próprio corpo, essas que lhe rendeu um processo de plágio contra a cantora Lady Gaga.


Artista francesa que acusou Lady Gaga de plagiar sua obra ganha mostra em homenagem aos seus 60 anos no Sesc Paulista
Imagem: De internet

Tornar-se Orlan” será uma retrospectiva da carreira da artista, traçando um panorama dos quase 60 anos de atuação de Orlan, apresentando um conjunto de obras ilustrativas de sua trajetória, privilegiando obras fotográficas, vídeos e esculturas.


Com a curadoria de Alain Quemin e Ana Paula C. Simioni, a exposição pretende levar ao público de São Paulo o conhecimento do considerável e tão variado trabalho artístico de Orlan, revisitando suas principais criações e mostrando como essas derivam, em grande parte, de obras seminais que ela fez ainda muito jovem, até as mais atuais.


Trata-se ainda de mostrar como a criação, tanto de si mesma quanto de suas obras, e o processo de empoderamento, estão intimamente ligados.


A artista, que é super atuante, deverá vir ao país para a abertura da exposição. Ela que em 2021 obteve a mais alta distinção atribuída pelo Estado francês, a Legião de Honra, pelo conjunto de sua obra, e, nesse mesmo ano, publicou a sua autobiografia pela Gallimard.


A visitação estará aberta para o público no Sesc Paulista a partir do dia 2 de setembro até o dia 28 de janeiro, de terça à sexta das 10h às 21h30, aos sábados das 10h às 19h30 e aos domingos das 10h às 18h30. O acesso é livre.

Commentaires


bottom of page