top of page

Assucena faz tributo a Gal Costa em show no Sesc Santo Amaro


Assucena canta Gal Costa em show no Sesc Santo Amaro, relembrando o disco "Fatal - Gal a Todo Vapor" (1971).


Assucena, cantora, compositora e intérprete, estreou sua carreira solo em 2022 com esse projeto, após seis anos de trabalho com a banda As Baías. Inspirada pela poesia, beleza e postura política presentes em "Fatal", Assucena presta uma homenagem à Gal Costa com o show "Rio e Também Posso Chorar - Um tributo à Gal Costa" no teatro do Sesc Santo Amaro, em 30/6.


A apresentação traz releituras das faixas do álbum "Fatal", como "Mal Secreto" e "Hotel das Estrelas", além de outras versões de sucessos de Gal Costa, acompanhada pelos músicos Rafael Acerbi, Bianca Predieri e Beatriz Lima. Assucena busca imprimir sua própria interpretação e pesquisas sonoras nessa homenagem, destacando a relevância da obra em tempos desafiadores para a dignidade humana e a democracia.


Com esse projeto, Assucena celebra sua carreira solo, que começou em 2022, após receber reconhecimento com a banda As Baías, incluindo indicações ao Grammy Latino e conquistas no Prêmio da Música Brasileira. Suas composições e interpretações refletem influências da música baiana, do Tropicalismo e de diversas vertentes da música popular brasileira, conectando-se com ritmos como o samba, o rock e a música pop contemporânea.


O show promete ser uma experiência envolvente, com Assucena trazendo sua interpretação autêntica dos clássicos de Gal Costa, em uma noite que celebra a música brasileira e honra o legado de uma das grandes vozes do país. A performance de Assucena promete transmitir sensibilidade e intensidade, estabelecendo uma conexão profunda entre o público e a essência da obra de Gal Costa, reinterpretada com maestria.


Rio E Também Posso Chorar - Um tributo à Gal Costa

Dia 30/6, sexta, às 21h. Teatro. R$30,00 / R$15,00 / R$10,00

Sesc Santo Amaro

Rua Amador Bueno, 505, Santo Amaro, São Paulo (SP)


Por Pedro Amaral

Comments


bottom of page